O Dízimo é da Igreja | Série: Dízimo, O que significa e qual o seu valor – 2

A quem pertence o dízimo? O Dízimo é da Igreja.

Para ajudar você na compreensão, veja os vídeos.

O Dízimo é da Igreja Parte 1

O Dízimo é da Igreja Parte 2

 

O Dízimo é da Igreja

O Dízimo é da Igreja, a Igreja é Quem está habilitada para receber e administrar o dízimo. Tem pessoas que separam o dízimo, mas usam-no, ou entregam onde bem entendem, não levam a uma igreja, julgam que podem administrar o dízimo que é do Senhor.

Em Malaquias 3.10, Deus determinou o administrador do dízimo.   Cabe a Igreja e aos que vivem promovendo à obra de Deus a administração do dízimo. Portanto o dízimo deve ser levado e entregue na Igreja. Logo, volto a afirmar: O Dízimo é da Igreja!

Administrar o próprio dízimo é um sinal de mesquinharia, de egoísmo e de desconfiança para com aqueles que dirigem a Igreja de Jesus Cristo, e, porque não dizer, desconfiança do próprio Cristo quanto a Sua supervisão no andamento de Sua Igreja.

No Antigo Testamento foi estabelecido o lugar para ser entregue o dízimos e as ofertas. Deuteronômio 12.5

Mas procurarão o local que o senhor, o seu Deus, escolher entre todas as tribos para ali pôr o seu Nome e sua habitação. Para lá vocês deverão ir e levar holocaustos e sacrifícios, dízimos e dádivas especiais, o que em voto tiverem prometido, as suas ofertas voluntárias e a primeira (Primícia) cria de todos os rebanhos. Deuteronômio 12.5

O lugar escolhido por Deus foi Jerusalém, a cidade santa, no famoso templo construído por Salomão.

Pela dificuldade de levar ao templo, sempre que alguém desejasse, podia vender aquilo que separava como dízimo ou oferta e transformá-lo em dinheiro, e ali entregava a sua oferta aos sacerdotes.

Os sacerdotes, por sua posição e autoridade nos serviços religiosos, por não terem meios de renda, recebiam os dízimos e as ofertas dos “filhos de Israel”. O dinheiro dos dízimos e das ofertas eram usados nas despesas com a obra de Deus.

Um aspecto importante a considerar é que os cristãos nem sempre têm a mesma visão espiritual que os líderes colocados ali por Deus para a realização de um trabalho especial, por mais bem intencionados que estejam dentro da Igreja.

Deus separa pessoas para ministérios específicos e distribui dons de acordo com a Sua vontade para o exercício destes ministérios. Cada um deve procurar com humildade reconhecer a sua posição diante d’Ele.

Aqueles que estão sendo instruídos devem aceitar a instrução e reconhecer aquele que o instrui como um ministro de Deus sobre sua vida. Gálatas 6.6

E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui. Gálatas 6.6

Faça um teste com Deus, entenda que O Dízimo é da Igreja, separe o seu hoje mesmo e leve a uma igreja mais próxima de sua casa. Veja que Deus vai cumprir a sua palavra sobre sua vida. Assim como você está abençoando a Obra e a Casa de Deus, Ele irá suprir as da tua casa e da tua vida!

Seu dízimo é o recurso que a Igreja precisa para promover a Obra de Deus. São esses recursos que irão suprir as necessidades básicas como: Sustento do sacerdócio que normalmente estão 24 horas prontos pra te ajudar, pagar contas como água, luz, telefone, e promover obras sociais.

Reconheça a Soberania de Deus, e reconheça a Igreja como a sua agência de Salvação aqui na terra, porque é ela quem promove o Reino de Deus entre os homens!

 

Comente, curta e compartilhe este artigo com seus amigos e familiares! Deixe-os conhecer e aprender estes fundamentos da Palavra de Deus sobre o Dízimo. Isto vai ajudar você e a eles a viverem a abundância plena que a obediência destes princípios trazem sobre os que os colocam em prática em suas vidas!

Deus o abençoe rica e abundantemente!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.