O Dízimo e Seu Significado | Série: Dízimo, O que significa e qual o seu valor – 1

O Dízimo e Seu Significado e Qual o seu Valor.

O Dízimo e Seu Significado: A palavra Dízimo já determina o seu significado e o seu valor = a décima parte. Deus instituiu e exige essa contribuição, e ela existe na história de todos os povos desde que o homem existe na face da terra.

Para ajudar você na compreensão, veja o vídeo.

O Dízimo e Seu Significado – Parte 1

O Dízimo e Seu Significado – Parte 2

O Dízimo e Seu Significado – Parte 3


No Antigo Testamento surgiu como uma oferta obrigatória do povo para o sustento dos sacerdotes, dos levitas e do serviço ministerial. Dez por cento do ganho de uma pessoa foi o mínimo estabelecido por Deus.

Para que serve o dízimoO Dízimo e Seu Significado

O dízimo para o povo de Deus, não era somente uma obrigação diante de Deus, mas era acima de tudo um ato de fé. Deus permitiu que fizéssemos prova dele quando entregássemos os nossos dízimos no templo.

Entregar o dízimo é uma forma de provar a bondade e a misericórdia de Deus para abençoar aquele que dizima, fazendo-o prosperar.

Malaquias 3.10-12.

10 – “Trazei o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento na minha casa. Ponham-me à prova”, diz o Senhor dos Exércitos, “e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las”. 11 – “Impedirei que pragas devorem suas colheitas, e as videiras no campo não perderão o seu fruto”, diz o Senhor dos Exércitos. 12 – “Então todas as nações os chamarão felizes,  porque a terra de vocês será maravilhosa”, diz o Senhor dos Exércitos.

Já sabemos o valor que tem O Dízimo e Seu Significado, que é a décima parte, ou seja, dez por cento de tudo daquilo que recebemos.

Quando entregamos o dízimo somos chamados por Deus de FIÉIS e somos abençoados. Quando deixamos de entregar o dízimo somos chamados de ladrões e ainda somos passíveis de maldição.  Malaquias 3.9.

 “Vocês estão debaixo de maldição porque estão me roubando; a nação toda está me roubando”.

Queridos, Deus não precisa de dinheiro, é por isso que ele nos entrega para que administremos e para provar a nossa fidelidade.

A Igreja, a sua obra é quem precisa de dinheiro para cumprir seus compromissos. Construção, aluguéis, programas de rádio e televisão, literaturas, água, luz, telefone, sustento dos missionários enviados pela igreja a toda parte do mundo.

É por intermédio da igreja a agência do seu Reino aqui na terra que Deus opera maravilhas em nosso meio. Estamos servindo á Deus diretamente quando ajudamos a manter a igreja e seus trabalhos.

Sem a igreja não haveria Bíblias, pregação e ensina da Palavra de Deus. Sem a igreja, o diabo e seus demônios estariam à vontade fazendo um verdadeiro inferno entre os homens aqui no mundo.

O mundo ainda não foi totalmente destruído porque a igreja permanece agindo entre os homens.

A igreja não poderá continuar existindo sem a disposição dos seus membros em sustentá-la financeiramente entregando os seus dízimos e ofertas.

Quando contribuímos financeiramente para com ela estamos servindo a Deus da maneira mais direta e positiva possível. Foi para isso que Deus estabeleceu o mínimo de dez por cento para o seu sustento.

A maior oportunidade que Deus nos dá de ganharmos muitas almas para o seu Reino, arrebatando-as das mãos de Satanás, é através do Dízimo.

Enquanto que muitos não conhecem a Bíblia o suficiente para usá-la na libertação das pessoas, por isso não são pregadores. Outros não têm condições nem tempo para anunciar o evangelho.

Outros não têm os dons necessários para realizarem um trabalho de impacto, onde as pessoas possam ser curadas, libertas e batizadas com o Espírito Santo. Como estas pessoas poderão trabalhar ganhando almas para o Reino de Deus? O seu dízimo é a maior das respostas.

Você não vai, mas com o seu dízimo e sua oferta, alguém irá em seu lugar.

Quem está trabalhando ativamente para que milhares de pessoas sejam alcançadas, reconhece que só pode lançar-se integralmente ao serviço da Igreja porque tem alguém contribuindo para o seu sustento.

Quando uma alma é salva; quando uma pessoa é liberta das garras dos demônios; quando alguém é curado de uma enfermidade da qual nenhum médico conseguiu curar, então a Glória é de Deus, mas isso só foi possível graças ao trabalho daquele que orou e graças principalmente à contribuição daquele que o mantém.

A melhor maneira de provar o amor e a misericórdia de Deus é o dízimo.

A lei de dar e receber não são somente uma lei física. É também uma lei espiritual.

Deus nos deu o seu filho para que nós nos déssemos a Ele. Ele deu, mas quer receber as nossas vidas em retribuição.

Assim como Deus exige retribuição, pela sua justiça, também tem prazer em retribuir.

Quando entregamos o dízimo ao Senhor, Ele tem prazer em cumprir a Sua promessa, repreendendo os espíritos devoradores que estão roubando, matando e destruindo os homens.

Sua misericórdia e seu amor são derramados sobre nós, transformando-nos em pessoas saudáveis e felizes.

Todos os homens desejam prosperar. O dízimo é a maior promessa de prosperidade da Bíblia.

Creio que aquele que não possui este desejo, não conhece ainda os planos de Deus para a sua vida.

Deus se alegra na prosperidade dos seus filhos. Salmos 35. 27

“Cantem de júbilo e se alegrem os que têm prazer na minha retidão; e digam sempre: Glorificado seja o senhor, que se compraz na prosperidade do eu servo”.

Ficará tremendamente espantado com o que acontece na sua vida aquele que prova o Senhor Deus neste aspecto. Alguns até exclamam: “Ah eu não mereço tanto!”

O dinheiro passa a render como nunca rendeu antes, as bênçãos começam a aparecer em sua vida até mesmo de maneira inesperada, a felicidade, o prazer e tudo o que é necessário à vida passam a ser coisas normais.

A Palavra de Deus promete bênçãos extraordinárias e maravilhosas para aqueles que são fiéis em suas contribuições depois de aprenderem a importância que tem O Dízimo e Seu Significado na execução da obra de Deus.

Deus é um Pai amoroso e deseja a prosperidade de Seus filhos. Não existe, e jamais existirá no mundo um dizimista fiel que seja carente do essencial para a sua vida.

Um verdadeiro e fiel dizimista não vive em apertos financeiros, cheio de dívidas, sem ter com o que pagar e não comendo nem vestindo dignamente como um filho de Deus.

Não é essa a regra divina; pelo contrário, além de ser uma bênção para a igreja, tal pessoa verá as promessas divinas se cumprirem em sua vida.

Se você gostou de aprender sobre O Dízimo e Seu Significado, comente e compartilhe! Tem uma dúvida e quer fazer uma pergunta, Terei grande prazer em te responder!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.